quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

2009 - Adeus!

Muita gente acha que 2009 foi um ano ruim. Não concordo. Foi um ano como qualquer outro.
Crise mundial? A economia anda sempre em ciclos. Expansão e contração se repetem ad eternum.

O ano é sempre ruim, se coisas ruins acontecem com a gente. O ano é bom, se só temos boas lembranças.

Como vai ser 2010? Igualzinho a todos os anteriores. Com suas doses de alegria, tristeza, tragédias, coisas boas, igualzinho. Não muda nada.

Pareço pessimista? Não, é só que não entro nesta euforia coletiva, como se o dia 31 de Dezembro fôsse o dia de sua liberação daquela longa condenação judicial.

O Ano Novo só acontece na passagem da noite, hoje, no mundo ocidental cristão. No resto do planeta é sómente um dia como outro.

Sei não, eu não gosto dessa época do ano. Não gosto do Natal e não gosto da celebração do Ano Novo.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

King Size - A verdade revelada

Sempre entendí que a expressão inglesa "king size", indicava um tamanho.

Nos hotéis americanos, indica que a cama tem o tamanho real de 2m x 2m. É usado amplamente, especialmente nos Estados Unidos, para indicar um tamanho acima do "grande".

Estava enganado.


Uma entrevista inocente, sobre a qualidade dos serviços de travessia por barcas, entre Niterói e Rio de Janeiro, revelou o verdadeiro significado do "King Size".

É incrível como este segredo ficou guardado por tanto tempo . . .


video

domingo, 27 de dezembro de 2009

Minha Musa


Há muitos anos procuro minha musa, aquela que vai me inspirar a escrever sobre o nada.

Achei.

Veja aqui e confira:

video

E aí começa tudo

É assim. Dá vontade de falar, de gritar, de escrever as coisas que passam pela minha cabeça.

Mas não tenho palanque nem horário da TV. Talvez porque ninguém, de fato, esteja muito interessado em saber o que penso.

Tudo bem. Eu, por outro lado, estou sempre interessado no que as outras pessoas pensam.

Interessante, não é?

Como todo mundo, tenho minhas idéias e opiniões sobre tudo e, também, sobre nada. Daí a razão do título do blog.

O mundo virtual criou uma possibilidade só existente anteriormente, creio, em Londres.
Explico: no Hyde Park, o maior e mais famoso da capital britânica, existe o Speaker's Corner, um local situado na extremidade nordeste do parque, onde qualquer pessoa pode falar sobre quase tudo que quiser. Como estou muito longe de lá, achei na internet o espaço que procurava para externar meus pesamentos.

O bom da internet, é que é um espaço totalmente democrático (por enquanto). Você fala o que quiser e, se as pessoas não gostam, simplesmente não lêem.

Mais ou menos como o Speaker's Corner, em Londres. Você fica lá, fala o que tiver vontade e, se alguém está interessado no assunto, pára e fica escutando. Assim como o Speaker's Corner, a internet tem suas restrições, mas oferece o espaço que preciso.

Tenho um outro blog, mas os assuntos lá postados são mais específicos e tem um público acompanhante interessado nestes assuntos.

Aquí, nada é específico, nada é demais (nem de menos). Vou escrever sobre tudo o que vier na cabeça.

Vamos ver no que dá.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...